394 - REALIDADE



Ouvi o Salvador dizer:
"Vem descansar em mim,
E nos meus braços podes ter
Consolação sem fim."
Então eu vim e lhe entreguei
Meu triste coração;
Abrigo, paz e gozo achei,
Achei consolação.

Ouvi o Salvador dizer:
"De graça eu sempre dou
As águas vivas. Vem beber:
Da vida a fonte eu sou."
Vim a Jesus e me prostrei
Às águas e bebi;
Jamais a sede sentirei,
Estando sempre aqui.

Ouvi o Salvador dizer:
"A luz do mundo sou;
Oh, vinde a mim! A quem vier
A luz da vida dou."
Vim a Jesus e nele achei
O sol que brilha em mim;
E nessa luz eu andarei
Até da vida o fim.