402 - ESCRAVA RESGATADA

Eis a escrava resgatada,
grande preço Cristo deu,
Não foi ouro nem foi prata,
foi Seu sangue que verteu.

[coro]
De maneira tal me amaste,
que por mim Senhor morreste;
Prá remir me do pecado,
Tu sofreste em meu lugar.


Pois agora que sou Tua,
sem jamais a Ti perder,
Quero meu Senhor servir-Te,
grata e só por Ti viver.

Quero receber Teu jugo,
em teus passos caminhar;
Só a Ti eu me subjugo,
vou contigo em paz morar.

Eis que estou aqui na terra,
esperando teu voltar,
Levarás então a escrava,
que no céu vai habitar.


Robert Lowry (1826-1899)