497 - TANTOS REMIDOS



Tantos remidos vejo nos céus,
Tendo coroas, ricos troféus;
Salvos, mercê de Cristo, já estão;
Sempre felizes eles serão.

Tendo vencido o mundo falaz,
Transes penosos e Satanás,
Foram então morada fazer
Onde só há perfeito prazer.

Fome nem sede nunca terão,
Dores ou mágoas não sofrerão;
Vida perene, vida real
Gozam sem fim, libertos do mal.

Cristo "bem-vindo" aos salvos vai dar,
Nesse tão belo e santo lugar
Aos que em seu sangue limpos estão,
Brancos, mui brancos no coração.

Juntos na glória, vivem em luz,
Gozam da santa paz de Jesus;
Belas canções de grato louvor
Cantam, sem fim, a seu Redentor.