507 - MINHA COROA



Meu deleite é pensar numa terra de além,
Onde irei, finda a luta de aquém;
Quando por meu Jesus conseguir já chegar,
Na coroa eu estrelas terei?

Na coroa as estrelas preciosas terei,
Quando o dia de glória raiar?
Quando Deus me acordar
E da tumba me erguer,
Na coroa eu estrelas terei?

No poder de Jesus vou orar e lutar,
Para ao céu muitas almas guiar;
Quero, pois, merecer, nesse dia final,
A coroa de glória a brilhar.

Oh, que gozo será o seu rosto mirar,
E, prostrado aos seus pés, o adorar!
Na cidade celeste de Cristo, meu Rei,
A coroa da vida terei.